Tudo Azul

#Beauty


Vamos falar um pouco da história do AZUL:

O azul foi em momentos diversos considerado uma cor destinada a temas nobres, pela dificuldade que se tinha de encontrar e produzir tal pigmento.

Algumas pedras preciosas e semi-preciosas têm cor azul, por exemplo a água-marinha e a safira. Joias feitas dessas pedrarias são um exemplo de sofisticação.


O azul é a coloração que a terra tem ao ser observada do espaço.

Ter sangue-azul era o sinônimo da aristocracia. Os membros aristocráticos tinham o sangue com a coloração normal, vermelha, mas se intitularam de sangue-azul em virtude do azul ser um pigmento raro e caro, onde em determinado período, obtê-lo custava até mais que o ouro.

Sendo o azul também, a cor símbolo do judaísmo.

Estudiosos da cromatoterapia revelam que o azul estimula a criatividade.

Nas passarelas o azul está em por toda parte e nas mais variadas tonalidades: azul bebê, azul petróleo, azul Klein, azul-marinho, azul-cobalto, azul royal, turquesa e por aí vai.

O azul ganhou não só espaço nos cabides da mulherada, mas nas sapateiras e necessáries femininas, com as coleções lindíssimas de esmaltes que encontramos em qualquer farmácia e lojas de artigos especializados, conjuntos de sombras incríveis desde as mais caras até as que cabem no seu orçamento.

Azul é mar, é céu. Azul é calmaria.

Eu vou de azul, e você?

Schelidan Vargas
Schelidan Vargas
Apaixonada por moda, ousada e irreverente, Schelidan acredita que o corpo é o cartão de visitas de toda pessoa e por isto deve estar sempre bem cuidado e bem vestido.
Foi colaboradora do blog Modabilidade, e escreve artigos para outros canais MAXX.

----------------------------------------------------------------------
Participe com a gente! Dê sua sugestão de postagem! Deixe seu comentário abaixo ou então envie um e-mail para [email protected], colocando no campo assunto a palavra "Moda".

Até mais! 
 

Nenhum comentário