Movimentos migratórios para o Brasil no século 21 é o tema da redação do Enem 2012

(Educação - Agência Brasil)


Brasília - Em cinco horas e meia de prova, os alunos que estão hoje (4) no segundo dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) devem responder a questões de português, códigos e matemática, além de elaborar redação que, neste ano, tem como tema O Movimento Imigratório para o Brasil no Século 21. 

Este ano, uma das novidades é a nova metodologia de correção da prova de redação, que será avaliada por duas pessoas, sem que uma conheça a nota que a outra deu. De acordo com Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), neste ano, se a diferença da nota final da redação for superior a 200 pontos, o texto será lido por um terceiro corretor.

Anteriormente, a terceira correção só ocorria quando a divergência entre as notas era superior a 300 pontos. Na hipótese de a nota do primeiro corretor ser diferente da oferecida pelo segundo em menos de 200 pontos, a nota final da redação do candidato será obtida por meio da média aritmética das duas.

Na correção da redação, segundo o Inep, cinco critérios serão considerados: domínio da língua portuguesa; compreensão do tema proposto; capacidade de selecionar e organizar ideias; conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação; e elaboração de proposta para o problema abordado. 

Pelas regras do Enem, o estudante terá nota zero na redação se fugir ao tema proposto; apresentar estrutura textual que não seja a do tipo dissertativo-argumentativo; entregar folha em branco, com sete linhas ou menos; copiar os textos motivadores; e reproduzir impropérios, desenhos ou palavras de desrespeito aos direitos humanos.

Cerca de 5,7 milhões de estudantes de todo o país se inscreveram para o Enem 2012. O segundo dia de provas começou às 13h no horário de Brasília e vai até as 18h30.


Reportagem: Ivan Richard e Iolando Lourenco
Edição: Davi Oliveira

Nenhum comentário