Protestos contra aumento de tarifas: A população é que sofre

#Opinião


Os protestos que vem acontecido nestes últimos dias tem perdido sua real fundamentação de contribuir com a sociedade, haja vista os danos gerais que estão sendo gerados a toda população. Onda de violência, temor, falta de atendimento a necessidades básicas e muita destruição é o que tem sido gerado por essas manifestações claramente políticas e nada construtivas para a população em geral.

Vejo que foi necessária a intervenção da polícia, devido ao andar dos protestos que atrapalharam e causaram transtorno a maioria da sociedade, danos ao patrimônio público e privado e violência desenfreada.

Acham muito bonitinho protestar, quando não levam em conta que tudo no país tem custo e alto, bem como nosso transporte coletivo é totalmente privado ou seja nenhuma empresa irá assumir algum tipo de concessão sem lucro. Porque não lembram das CTC's que eram públicas e foram sucateadas devido a atender os anseios da população de manter preços que não sustentam a operação de transportar passageiros com qualidade. Claro, a qualidade ainda está aquém do mínimo esperado, mas muito melhor do que a época da gestão pública que é deficiente e suscita fraudes licitatórias devido as nossas leis que determinam processos legais passíveis de conluio entre fornecedores de combustível, peças e etc, aumentando drasticamente custos operacionais.

Outro ponto importante: O que adianta depredar agências bancárias, estragar carros de civis e destruir os veículos de transporte coletivo (estes que já fazem falta a população)? Nada. Apenas garantem que a tarifa terá de ser aumentada para suprir a necessidade de veículos que foram destruídos, que impostos sejam aumentados para ressarcir todos os prejuízos da população e dos estabelecimentos comerciais. Burrice. Não tem nada mais brando a dizer quanto as atitudes do movimento, principalmente que elas não levaram a nada.

O movimento se excedeu, a polícia teve de se exceder, e no final quem se prejudicou foi a população em geral, que na hora do protesto sofreu com a insegurança, com a violência, com a incapacidade de retornar ao seu lar, devido aos bloqueios de trânsito e transporte, não teve o que comer, devido o fechamento as pressas dos estabelecimentos comerciais, dentre outros que saíram feridos, gerando gastos públicos em atendimento médico, despriorizando o atendimento emergencial de causas não esperadas, como pessoas que passaram mal, "infartaram" e etc, coisas do cotidiano que tiveram de ser preteridas para atender os feridos de um protesto escorchante.

Quer protestar? Proteste, mas não atrapalhe a sociedade trabalhadora, que quer exercer seu direito constitucional de ir e vir, que foi cerciado por alguns milhares de manifestantes que fecharam ruas, que impediram a população de retornar em segurança para seu lar. Não custa nada e é de grande valia fazer um protesto que não feche vias de trânsito, que não destrua os meios de locomoção, que não destrua o patrimônio alheio.

Realmente uma vergonha o que acontece em todo nosso país. Isso só mostra que nossa juventude está deturpada, a mídia parcial e a polícia despreparada. Sim, este é o país da Copa, é o país da alegria, mas o pior de tudo, somos também o país do desrespeito.



Dimithri Vargas
Dimithri Vargas

Proprietário, colunista do portal MAXX, e também responsável por todos os canais do site.
----------------------------------------------------------------------
Participe com a gente! Dê sua opinião! Deixe seu comentário abaixo ou então envie um e-mail para falecom@maxxinternet.com.br, colocando no campo assunto a palavra "Opinião".
Até mais! 

Nenhum comentário