Taxa Selic deve subir 0,5 ponto percentual, segundo pesquisa do BC a instituições financeiras

#Economia


Brasília – As instituições financeiras consultadas pelo Banco Central (BC) esperam por aumento de 0,5 ponto percentual na taxa básica de juros, a Selic, que atualmente, está em 8,5% ao ano. Amanhã e na quarta-feira, o Comitê de Política Monetária (Copom) do BC vai se reunir para definir a taxa básica.

De acordo com a pesquisa do BC, a Selic vai finalizar 2013 em 9,5% ao ano. A previsão anterior era 9,25% ao ano. Além da reunião deste mês, o Copom também vai definir a Selic em outubro e em novembro deste ano. Para o fim de 2014, a previsão segue em 9,5% ao ano.

A taxa Selic é usada pelo BC como instrumento para influenciar a atividade econômica e, por consequência, a inflação. Com a alta dos preços no país em 2013, o Copom decidiu iniciar processo de aumento da taxa básica em abril, quando a Selic subiu de 7,25% para 7,5%. Em maio e julho, houve aumentos de 0,5 ponto percentual.

A estimativa das instituições financeiras para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) passou de 5,74% para 5,80%, em 2013, e de 5,80% para 5,84%, no próximo ano. Essas projeções estão acima do centro da meta de inflação (4,5%) a ser seguida pelo BC, mas está abaixo do limite superior da meta (6,5%).

A pesquisa do BC também traz a mediana das expectativas para a inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (IPC-Fipe), que foi ajustada de 4,32% para 4,37%, este ano, e segue em 5,27%, em 2014.

A projeção para o Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI) foi alterada de 4,51% para 4,55%, este ano, e de 5,50% para 5,57%, em 2014. Para o Índice Geral de Preços de Mercado (IGP-M), a projeção foi ajustada de 4,49% para 4,50%, em 2013, e segue a estimativa de 5,5% no próximo ano.


Fonte: Agência Brasil
 

Nenhum comentário