L'Oreal Brasil encerra a produção de Fructis, Elséve Homem, desodorantes e outros

Procosa Produtos de Beleza, operação brasileira da L'Oreal, encerrou a fabricação de produtos icônicos.


Infelizmente como política comum desde as diversas aquisições da L'Oréal no Brasil, diversas linhas de produtos clássicos da fabricante foram descontinuadas.

Desde o início dos anos 2000, a L'Oreal Brasil fez diversas aquisições, dentre elas, as emblemáticas aquisições da Colorama (2001), e da Niely (2014).

Infelizmente a L'Oreal demonstra incapacidade de administrar marcas populares de volume, pois com o passar dos anos, quase todas as marcas icônicas acabaram extintas, ou com sem suas principais linhas.

Nos últimos anos, vimos sumir a linha capilar da marca Colorama, que hoje é apenas uma marca de esmaltes, em seguida a linha de cuidados capilares Feel Free da Niely.



Ano passado, 2019, a L'Oreal Brasil encerrou mais linhas. A empresa saiu do mercado de produtos masculinos de alto volume, retirando Elsève Homem e Niely Gold For Men, bem como retirou a Garnier da linha de combate no varejo, descontinuando os excelentes Garnier Fructis (linha capilar), Garnier Bí-o e Moderato (desodorantes), deixando consumidores insatisfeitos por todo país.






Não existem produtos fabricados pela Procosa que substituem as linhas descontinuadas, ou seja, literalmente a L'Oreal abriu mão de vários segmentos no Brasil. Qual será a estratégia?


Matéria: Dimithri Vargas
 


Nenhum comentário