CNA projeta crescimento de 3,56% para o agronegócio em 2013

Economia







CNA projeta crescimento de 3,56% para o agronegócio em 2013

http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-12-11/cna-projeta-crescimento-de-356-para-agronegocio-em-2013

Dec 11th 2013, 20:05



Da Agência Brasil

Brasília - A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) projeta que o Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio fechará o ano com alta de 3,56%. O valor representa R$ 1 trilhão em investimentos e recuperação em relação a 2012, quando o setor teve retração de 2,57%. A CNA prevê ainda aumento da participação da agricultura no PIB brasileiro, de 22,51% no ano passado para 22,8% em 2013. Os números foram divulgados hoje (11), em balanço da entidade sobre o desempenho do agronegócio na economia brasileira.

Além do PIB, a CNA divulgou projeção sobre o Valor Bruto da Produção (VBP), uma estimativa de geração de renda pela atividade rural que abrange lavouras e pecuária. Segundo a entidade, o VBP deve fechar o ano em R$ 424,5 bilhões, cifra 8% mais alta do que a registrada em 2012. Para 2014, a previsão é que o VBP totalize R$ 438,2 bilhões, com alta de 3,2% em relação ao valor deste ano.







A entidade projeta ainda exportações acima US$ 100 bilhões para o agronegócio em 2013, expansão de 5,1% em relação a 2012. A soja deve liderar as vendas externas, atingindo US$ 31,5 bilhões e consolidando o Brasil na posição de maior exportador mundial da oleaginosa. O superávit comercial deve totalizar US$ 83 bilhões, 5,3% a mais do que no ano passado.

Edição: Juliana Andrade

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias, é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil







You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com



If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:

https://blogtrottr.com/unsubscribe/pnn/jxDP92

Nenhum comentário

As matérias apresentadas abaixo são fornecidas por DINO - Divulgador de Notícias.