Em crise, Lifan vende parte das operações de produção de carros e encerra produção de motos

Com alto endividamento, Lifan Group concluiu a venda da Lifan Auto, divisão responsável pela fabricação dos modelos 330, 530, 620, 630, 820, Foison, X50 e X60 para startup chinesa CHJ Automobile, e também a unidade fabril para a CRRT.


Em uma crise sem precedentes, com baixas vendas e dívidas acumuladas superiores a 20 bilhões de yuans, o Lifan Group, detentor das marcas Lifan Motors, Lifan Auto e Lifan Motorcycle, dentre outras, comunica ao mercado a conclusão da venda (anunciada ao final de 2018) de metade de sua divisão automobilística, a Lifan Auto (Chongqing Lifan Automobile Co., Ltd.) na cidade de Chongqing, na China, com as licenças de produção dos modelos 330, 530, 620, 630, 820, Foison, X50 e X60 para a statrtup chinesa CHJ Automobile, por 650 milhões de yuans (US$ 93 milhões). Além disso, a Lifan também vendeu a sua primeira unidade fabril de automóveis, com capacidade produtiva de 150.000 automóveis ao ano, para o Centro de Retificação de Reservas de Terrenos da nova área de Chongqing Liangjiang, por cerca de 3,315 bilhões de yuans (US$ 473 milhões).

Com a venda de ativos, parte das operações automobilísticas, e encerramento das operações deficitárias (como a produção de motos), o Lifan Group ganha fôlego e afasta o risco de descontinuidade de suas atividades. Com a desmobilização de ativos, o grupo conseguiu captar cerca de um bilhão de dólares utilizados para o pagamento de dívidas e capital de giro.

Essas operações, no entanto, não retiraram a Lifan do mercado automotivo global. A marca Lifan continuará, e a produção será mantida em sua outra fábrica na cidade de Chongqing, com capacidade para 200.000 unidades ao ano, por meio da Lifan Motors (Lifan Passenger Vehicle Co., Ltd), responsável pelos SUV's X7, X70 e X80, bem como o sedan 650 (também em versão elétrica) e o MPV M7.

Lifan X70 já começou a ser montado no Uruguay.

A operação brasileira não foi afetada

O Lifan Group informa que as operações da Lifan Motors no Brasil embora tenham sido drasticamente afetadas com a crise do grupo, permanecem estáveis e serão mantidas, uma vez que a atuação local faz parte da estratégia de recuperação do conglomerado.

Registro do momento histórico da união de Brilliance e Lifan na América Latina.

A operação fabril em San José de Mayo no Uruguai deve ser retomada ainda este ano, agora em parceria com a também chinesa Brilliance Auto, com a produção dos modelos X7, X70 e X80 (anteriormente produzido na unidade), bem serão lançados os modelos V3 e V7 da Brilliance. Ambas as marcas deverão dividir show-room nas concessionárias Lifan da América Latina, a partir do segundo semestre de 2020. 

Brillance V3 deve começar a ser montado em Abril deste ano no Uruguai.

Brilliance V7 deverá ser o carro-chefe da operação.

Interior do Brilliance V7. 


Matéria: Dimithri Vargas
Com informações de YICAI, JQK, China PEv, Metal e Xinhua Silk Road
Imagens: China PEv e YICAI
   

Nenhum comentário