Nelson Teich pede demissão do Ministério da Saúde

Pouco antes de completar um mês a frente da pasta, Nelson Teich decide sair, depois de reunião com o Presidente Bolsonaro.

Foto: José Dias - Palácio do Planalto

O Ministro Nelson Teich pediu demissão hoje, no início da tarde, após reunião com o Presidente da República Jair Bolsonaro. O agora ex Ministro deixou o cargo por não concordar com a ampliação do uso da Hidroxicloroquina para casos mais brandos, tratamento amplamente adotado em diversos países do mundo, como a França; e por não acreditar que agora seria o momento de se colocar em prática algumas medidas de relaxamento da quarentena imposta no país.

Durante sua coletiva de despedida, Teich disse: "A vida é feita de escolhas e hoje eu escolhi sair. Dei o melhor de mim neste período. Não é simples estar à frente de um ministério como esse num momento difícil. Quero agradecer o meu time, que sempre trabalhou intensamente por esse país."

A Médica Nise Yamaguchi é o nome mais forte cotado para assumir o cargo.
Foto: Senado Federal

Para o seu lugar, assume interinamente o General Eduardo Pazuello, que é cotado para assumir a titularidade do cargo, assim como a a médica Nise Yamaguchi, doutora em Imunologia, que defende o amplo uso da Cloroquina e revisão da quarentena radical, com base em estudos científicos e empíricos.


Matéria: Dimithri Vargas
 

Nenhum comentário