Criolina se apresenta no Tom Jazz, em curta temporada

#Shows


Criolina, formada por Luciana Simões e Alê Muniz, leva ao Tom Jazz seu show dançante, com letras fortes e sotaque nordestino em formato contemporâneo.

Vindos do Maranhão, localizados a 2 graus da linha do Equador, em contato com a música creole, o Caribe e a Jamaica, o Criolina apresenta um som pautado na cultura da Radiola ou “sound sistem”, misturado ao afrobeat, à cultura local que vai do merengue ao tambor de crioula e toadas, tudo isso embrulhado num pacote contemporâneo, com o uso de beats eletrônicos e ritmos globalizados como funk, rock, ska, entre outros.

No palco, Alê Muniz (guitarra e voz) e Luciana Simões (voz) estarão acompanhados por Gerson da Conceição (baixo), João Simas (guitarra), Fofo (Nataniel Assumpção – bateria), Jesiel Beavies (teclado), Marco Stoppa (trompete), Bio Bonato (Sax) e Fernando Lopez (trombone).

No repertório, composições de Alê e Luciana, como Quebra pote, Eu vi maré encher, São Luis/Havana, O santo, Cine Tropical, Zé Bedeu, Pregoeiro, Veneno, Baladeira e Santa Maria.

Os shows terão participações especiais do Venga, Venga! (dia 25), e do paraense Felipe Cordeiro (dia 26). O horário dos eventos está confirmado para 22 horas e os shows terão duração de 1h20m. Os ingressos deverão ser adquiridos em bilheteria no local, e o investimento é de R$ 60,00 por pessoa.

O Tom Jazz fica localizado na Avenida Angélica, 2331 na capital paulista. A classificação etária dos shows é 12 anos.


Matéria: Leonardo Almeida
Edição: Dimithri Vargas
Foto: Autor não atribuído (Divulgação - Assessoria)
    

Nenhum comentário