Opinião: Em sua saída, Moro mostra deslealdade e falta de sintonia com o Governo

Coletiva de despedida do atual ex Ministro da Justiça destoa de todo trabalho por ele desenvolvido.



Com exacerbada crítica, tom elevado e de auto promoção, o agora político Sérgio Moro revela sua face, ao criar uma crise em sua saída, por discordância com o Presidente da República.

Moro demonstrou em seu discurso, recheado de críticas ao Governo cujo qual fazia parte, que não tinha nenhuma lealdade e sintonia com o mandatário da nação que o escolheu e lhe confiou o cargo de Ministro da Justiça e Segurança, e o manteve firme em seu cargo, apesar das diferenças de pensamento.

Moro demonstrou-se comprometido com seus próprios interesses, ao exigir a manutenção de seu indicado, mesmo diante da oposição de seu então líder. 

Seu discurso final destoou do que se esperava de um líder, uma vez que promoveu ataques diretos a república, demonstrando total falta de profissionalismo e honra.

Em resumo, Moro prestou um bom trabalho quando esteve a frente do Ministério da Justiça, assim como anteriormente na condução da Lava Jato (e todos devemos ser gratos a isto), todavia, pecou em sua saída, onde mostrou que seus interesses pessoais são maiores que os objetivos da nação.

Opinião: Dimithri Vargas





Nenhum comentário