Bellenzier Pneus promove curso gratuito de mecânica para mulheres no Rio Grande do Sul

Já estão marcadas as aulas nas filiais de Porto Alegre e Novo Hamburgo. Ao longo do ano, todas as 17 filiais do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina também realizarão as aulas.


A Bellenzier Pneus, comandada pela empresária Nilva Bellenzier e dois irmãos, oferece mais uma edição do seu tradicional curso gratuito de mecânica para mulheres, que já certificou centenas de mulheres em mais de 15 anos. Sempre no mês de março, no qual é celebrado o Dia Internacional da Mulher, a iniciativa acontece e instrui mulheres que, muitas vezes, não se sentem seguras e à vontade no ambiente de oficinas mecânicas. O curso, em Porto Alegre, acontecerá no dia 29/03 (terça-feira), às 19h, na Bellenzier Pneus, Av. A.J. Renner, 205. No dia 30/03 (quarta-feira), em Novo Hamburgo, e no dia 07/04 (quinta-feira), também em Porto Alegre, na filial do bairro Glória. Ao longo do ano, todas as 17 filiais do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina também realizarão as aulas. As inscrições podem ser feitasatrvés do telefone (51) 99568-9158.

Para Nilva, a desconstrução dessa cultura -- de que mulheres não entendem de mecânica — é um dos objetivos perseguidos desde que se tornou uma empresária do setor. “As mulheres devem se sentir seguras em qualquer lugar, e o nosso propósito é instruí-las para que saibam questionar e compreender o funcionamento dos seus próprios carros e possam ir tranquilamente às oficinas”, declara a empresária que há mais de 15 anos realiza a ação, interrompida em 2020 e 2021 devido à pandemia.

Os cursos, com duração entre duas e três horas, terão instruções de direção defensiva, manutenção preventiva e revisão veicular. Além disso, os participantes -- homens também são bem-vindos -- conhecerão os principais sistemas dos veículos, como suspensão, freio, motor e elétrico. E, claro, tudo sobre os pneus, inclusive como trocá-los.

Em Porto Alegre, o curso será ministrado pela gerente comercial da Bellenzier Pneus, Cláudia Marin, que há mais de 30 anos trabalha no setor. Ela promete uma experiência dinâmica com os carros suspensos, e as alunas e alunos vendo tudo na prática. “As mulheres são muito organizadas e competentes, têm muita capacidade para cuidar dos veículos, por isso, com o conhecimento, podemos mudar qualquer preconceito contrário”, garante.



Matéria: Core Comunicação
Imagem: Divulgação

Nenhum comentário

As matérias apresentadas abaixo são fornecidas por DINO - Divulgador de Notícias.